Oi Amores!!!

Hoje o post vai ser longo mas infinitamente útil para quem está planejando uma viagem para Orlando e também para quem já foi mas ficou um pouco perdido.

A minha primeira vez em Orlando foi linda mas quase sem nenhum planejamento e isso fez com que nós aproveitássemos muito menos do que deveríamos a viagem.
De lá para cá, fui juntando dicas e coloquei todas nesse post. Espero que vocês gostem.

Algumas das dicas que estão aqui vão no nosso Roteiro Personalizado e temos ainda algumas outras mais que são exclusivas para quem contrata o serviço.
Está planejando a sua viagem? Fale com a gente antes 😀

Bom, vamos lá!

1) Documentação

 

Além do passaporte, você também precisará de um visto para entrar nos Estados Unidos.
Esse visto só é emitido pelo Consulado Americano e só existem 4 unidades no Brasil: Rio de Janeiro, São Paulo, Recife e Brasília. Caso você seja de outro Estado/Cidade, deverá se dirigir a um desses 4 lugares para solicitar o seu visto.

2) Planejamento

Já falei algumas vezes nos vídeos do youtube e vou falar mais uma vez aqui: A coisa mais importante da sua viagem é o Planejamento.  E Eu não estou falando somente da parte financeira.

Planejar todos os seus dias em Orlando é tão importante quanto encontrar um bom hotel e bons preços de passagens.

Um dos grandes erros, talvez o maior de todos, de quem vai para Orlando pela primeira vez é achar que vai conseguir fazer TUDO nos parques e TUDO na Cidade.
Desculpe acabar com a sua ilusão mas isso é impossível, mesmo que você fique 30 dias passeando incansavelmente.

Os parques são grandes, oferecem muitas atrações, shows e você precisa já pesquisar antes, para saber quais são interessantes para o seu grupo e elaborar um planejamento para conseguir ter tempo de fazer o que deseja.
Além disso, a Cidade de Orlando oferece uma infinidade de atrações fora dos parques que também são muito bacanas e vale muito a pena separar um tempo para conhecer.

Ou seja, não viaje sem um Planejamento!

Nós temos esse serviço e você pode saber mais sobre ele aqui.

3) Tenha uma conta no My Disney Experience

My Disney Experiencec

Foto: WDW

Muitos aplicativos são indicados para quem está indo visitar Orlando mas, sem sombra de dúvidas, o My Disney Experience é o mais importante de todos eles.
Nele você consegue agendar e alterar FastPass+, fazer reserva de restaurantes em todo o complexo, ter acesso a todos os horários de tudo que acontece nos parques (shows, apresentações, personagens, tempo de fila das atrações…), mapas, acessar as fotos do PhotoPass e Memory Maker e muito mais.

Não chegue em Orlando sem antes baixar o aplicativo e fazer a sua conta. Ele está disponível para IOS e Android.

No nosso canal do youtube tem um vídeo falando um pouco mais sobre esse aplicativo.

 

4) Não se assuste com o café da manhã

O café da manhã dos americanos é bem diferente do nosso e isso pode causar certa estranheza nos primeiros dias na cidade. Lá é muito comum comer coisas mais gordurosas como ovos, salsicha, linguiça e bacon na primeira refeição e até hoje Eu não me acostumei com isso.

Tanto nos hotéis quanto nos restaurantes é um pouco difícil fazer um café da manhã mais saudável e é bom você já ir sabendo que precisará “driblar” esse “problema”.

A melhor forma, na minha opinião, é passar no mercado e já comprar tudo que você precisará para o seu café. Nesse post aqui Eu falo sobre algumas coisas legais de comprar no mercado no seu primeiro ia de viagem (e depois também, claro).

E nesse vídeo aqui tem algumas dicas sobre alimentação em Orlando.

 

 

Outra boa opção é procurar estabelecimentos Brasileiros que oferecem café da manhã. A cidade tem alguns muito bons e com preços acessíveis.

 

5) Tip e imposto da Flórida

Tip

Aqui no Brasil nós estamos acostumados a dar 10% de gorjeta para os garçons quando gostamos do serviço, mesmo sabendo que não é obrigatório (continuem fazendo isso. É muito importante para eles).
Na Flórida (na verdade em todo os EUA) acontece a mesma coisa. A gorjeta, que lá é chamada de TIP, não é obrigatória mas é muito muito muito MUITO importante que você dê, pois, além de ser importante para o funcionário, faz parte de um costume Americano.
Os atendentes ganham pouquíssimo por hora de trabalho e o salário final é praticamente a soma das gorjetas que eles ganham dos clientes.

Lá os nosso 10% não significam um bom atendimento e é até possível que o garçom venha perguntar porque você deixou tão pouca gorjeta, pois vai pensar que fez um péssimo trabalho. Gorjetas boas são consideradas a partir de 18%.

Sei que parece muito, principalmente quando isso é calculado em dólar, mas é muito importante seguir os costumes do lugar que estamos indo e os Brasileiros já são conhecidos por lá por não darem gorjetas. Vamos tentar acabar com essa fama!
Falei um pouco sobre isso nesse post aqui.

Já faça o seu planejamento financeiro considerando a TIP para que isso não seja um gasto “a mais” no seu orçamento.

Imposto

Existe um imposto na Flórida que é adicionado a TUDO que você compra. Todos os valores que você vir de roupas, sapatos, eletrônicos e qualquer outra coisa que você vá comprar, terá um adicional de 6,5% na hora do pagamento.
Diferentemente do Brasil, que os impostos já estão embutidos no valor e, às vezes, a gente nem sabe quanto está pagando, nos EUA os valores são colocados “crus” e somente na hora do pagamento o imposto é adicionado.

Fique atento a isso na hora de controlar o dinheiro gasto.

6) Os parques são  enormes, principalmente os da Disney.

Parques da Disney

 

Isso é uma informação que Eu gostaria MUITO de ter tido antes e visitar Orlando pela primeira vez.

Gente, a maratona já começa nos estacionamentos, que são imensos, e os parques são realmente muito grandes. Existe um estudo que diz que chegamos a andar até 18 km em um único dia em um parque da Disney. Muita coisa, né?!

O que isso significa? Que você precisa se preparar para essa maratona.

Caso já não esteja na sua rotina, comece a a fazer caminhadas nas semanas anteriores à viagem e nunca, jamais, em hipótese alguma, use sapatos novos para dias de parque. Sempre escolha aquele seu sapato usado e super confortável 😀

Também falei um pouco disso nesse post aqui.

 

7) repare-se para “perder tempo” em filas

Sim, infelizmente faz parte da viagem ficar um bom tempo nas filas das atrações.
Caso você consiga ir em baixa temporada, esse tempo não será tão significativo, mas caso vá em tempos de parques cheios, você poderá pegar até 3h em uma fila de uma atração concorrida.

Eu fiz um post aqui no site sobre 10 dicas para evitar filas nos parques. Não deixe de ler!

 

8) Os parques da Disney têm muitas apresentações ao longo do dia

Mickey's_Royal_Friendship_Faire_WDW

Foto WDW – Mickey’s Royal Friendship Faire

 

Se você está indo para Orlando e acha que os parques são só as atrações e encontro com os personagens está muito enganado. Os Parques da Disney possuem shows e apresentações também ao logo de todo o dia. Todos eles são com horário marcado e, também por isso, é importantíssimo você ter um bom planejamento.

 

 

Aqui no site tem post sobre o Festival of the Lion King, sobre o Beauty and Beast – Live on Stage e sobre o Wishes.

 

9) Aluguel de carro e GPS

Aluguel de carro

Sim, é possível visitar Orlando, conhecer os parques, outlets e atrações sem alugar carro, mas a minha recomendação é SEMPRE que você alugue um. Mesmo ficando um pouco mais caro, o carro deixa você muito menos limitado a horários e totalmente independente para fazer o que quiser e ir e vir na hora que quiser.

O Planeje Disney tem parceria com a Rental Cars. Eles garantem os melhores preços para aluguel de carro em qualquer lugar do mundo e com pagamento em reais, sem IOF.
O link para fazer orçamento está aqui.

GPS

Na grande maioria das vezes alugar um GPS sai mais caro que comprar.
Se você for ficar poucos dias em Orlando (até 5),  “vale a pena” alugar um GPS. Caso vá ficar mais que isso, vale mais a pena comprar e você sempre poderá levar ele para as próximas viagens. É só comprar os mapas de outros Países.

Compramos o nosso GPS na primeira vez que estivemos em Orlando, continuamos usando no Brasil, já usamos em outros Países e sempre levamos ele para Orlando quando vamos visitar a cidade.

 

10) Mercado é parada obrigatória no início da viagem

Sempre!!!
A primeira parada que Eu faço na cidade é sempre em um mercado. Lá Eu compro os lanches que vou fazer ao longo dos dias, maquiagem, produtos Disney, bijuterias, acessórios, eletrônicos e muito mais.

Os mercados em Orlando são gigantes e vendem um pouco de tudo. Vale MUITO a pena fazer uma visita e ainda te ajuda a economizar alguns dólares.

Falei um pouco  mais sobre isso nesse post aqui.

 

11) É possível fazer uma excelente viagem sem falar inglês

É claaaaaaaaro que se você souber falar inglês, o mínimo que seja, conseguirá se comunicar melhor com as pessoas e assim fazer uma viagem mais sociável. Mas vejo muitas pessoas que querem ir para Orlando e acabam desistindo, pois ficam limitadas por não saberem falar nada de inglês.

É possível SIM viajar para Orlando e conhecer todos os parques sem saber falar nada do idioma. Além de existirem MUITOS Brasileiros na cidade (morando, trabalhando e visitando), a grande maioria dos estabelecimentos conta com pessoas habilitadas em Espanhol e a comunicação é bastante fácil mesmo se você só falar português.
Os parques, principalmente da Disney, possuem vários funcionários Brasileiros.

Se tiver um tempinho extra e um pouco de disposição, estude o idioma para ir com mais segurança. Mas se não tiver, se agarre na coragem e vá mesmo assim!

 

12) Faça um seguro viagem

Lembra que Eu falei que o planejamento era o item mais importante da sua viagem?
Agora Eu vou falar sobre o segundo item mais importante da sua viagem: o Seguro.

Eu sei que um acidente nunca está na nossa programação mas ninguém está livre disso e é muito importante estar assegurado caso um aconteça.
“Acidentes” parece uma palavra forte mas podem ser coisas simples que necessitem de uma assistência médica: um corte mais profundo, uma alergia, um tombo e diversas outras coisas que nós nunca programamos e por isso o seguro viagem é totalmente indispensável.

Todos os serviços médicos nos EUA são infinitamente caros e você pode sair de um hospital com uma dívida de até US$4 mil dólares por um braço quebrado.  Já imaginou isso?

Faça SEMPRE um seguro antes de viajar!

Para facilitar a sua vida, o Planeje Disney tem parceria com a Mondial Assistance e eles estão oferecendo 15% no valor total dos seguros por tempo limitado.
Tem tudo explicadinho nesse link aqui.

 

13) É possível se alimentar muito bem sem pagar caro

“Todo mundo que vai para os Estados Unidos só come Fast Food”, certo?

ERRADO!!!

É possível se alimentar muito bem em Orlando, com comidas saudáveis e deliciosas sem precisar pagar um rim por isso e sem comer em fast food todos os dias.
Mais uma vez entra aqui o PLANEJAMENTO. Pesquise muito antes de viajar e já escolha os restaurantes que vai comer antes de sair do Brasil.

Red Lobster Orlando

Red Lobster

Toda a comida dessa foto, por exemplo, suficiente para duas pessoas, estava absurdamente deliciosa e custou “somente” US$28.
Outra boa opção são as praças de alimentação dos malls (shoppings). Lá você também vai encontrar opções com muita comida por valores bem acessíveis.

 

14) Harry Potter não é um parque e não fica na Disney

Existem duas áreas inspiradas nos filmes do Harry Potter e elas ficam nos parques da Universal: O Universal Studios e o Island of Adventure.
O Complexo Universal não tem nenhuma ligação com a Disney. Os ingressos são comprados separadamente e os parques ficam bem distantes um dos outros.

 

15) Você pode visitar os hotéis Disney mesmo sem estar hospedado

Essa é uma das dicas que Eu acho mais legais de todas.

A Disney tem diversos hotéis no seu complexo e muitos deles são maravilhosos e uma atração a parte. O que muita gente não sabe é que todos eles são abertos para visitação e ela é totalmente gratuita.

Art-of-Animation-1

O hotel dessa foto é o Art of Animation. Contei sobre essa visita nesse post aqui.

16) Use o Memory Maker

Magic Kingdom

13

Se você não sabe o que é o Memory Maker, a gente tem um post explicando tudo sobre ele aqui.

Com ele você vai conseguir as melhores fotos com personagens e nas atrações.

 

17) Leve água

Todos os parques possuem bebedouro mas a água não é muito boa (minha opinião). No mercado você vai encontrar fardos com 24 garrafas de água por US$3,00.
Compre sua aguinha e seja feliz!

 

18) Evite o Magic Kingdom na segunda-feira e feriados.

Reza a lenda que segunda-feira é o dia mais cheio para visitar o Magic Kingdom e, por incrível que pareça, a lenda é verdadeira.
Se possível, evite os feriados em todos os parques da cidade, mas principalmente no Magic Kingdom, pois ele costuma ter celebrações especiais e fica mais cheio ainda.

 

19) O Magic Kingdom tem um show de abertura

Sim! Antes do parque abrir tem uma apresentação na entrada SUPER LINDA que todos podem assistir, mesmo os que não compraram ingressos.

Falei mais sobre esse show nesse post aqui.

 

20) A Disney tem restaurantes incríveis (e a Universal também).

A Disney possui os melhores restaurantes do mundo inteiro (Ok, isso pode ser um pouco de exagero). Os restaurantes são maravilhosos, dentro e fora dos parques. A maioria deles é bastante concorrido e é necessário fazer reserva com antecedência. Alguns são difíceis de conseguir vaga com até com 180 dias de antecedência.

Já falei sobre alguns deles e como fazer reserva aqui no site.

 

21) Refeição com personagens é imperdível

Ravello-5

Ravello

Crystal-Palace-21

The Crystal Palace

 

Todos os parques e alguns hotéis do complexo possuem a opção de refeição com personagens. Normalmente esses restaurantes são muito concorridos e recomenda-se reserva com MUITA antecedência.

Olha o planejamento batendo na porta aí outra vez…

Os restaurantes com personagens que já visitamos estão nesse link aqui.

Cheeefs

Chef Mickey’s

Royal-Table-1

Cinderella’s Royal Table

 

 

22) Alguns hotéis oferecem transfer gratuito para os parques

Para quem optar por economizar no transporte, alguns hotéis oferecem transfer gratuito para todos os parques da cidade. A desvantagem é ter hora para chegar e para sair e, com isso, acabar perdendo muita coisa.
Mas como economia, é uma boa opção.

Verifique em qual hotel você vai ficar para saber se terá esse benefício.

 

23) Chegue cedo nos parques

Orlando não é aquele tipo de viagem relaxante que você acorda tarde e resolve o que vai fazer ao longo do dia. Aqui você vai com um bom planejamento e acorda cedo para pegar os parques abrindo e aproveitar o máximo possível de shows e atrações.

Chegue SEMPRE cedo!

 

24) Leve óculos escuros, protetor solar, casaco e capa de chuva todos os dias

O clima em Orlando varia bastante e você pode pegar muito sol, céu totalmente nublado e, talvez, muitas pancadas de chuva em um intervalo de 2 ou 3 horas. Além disso, dependendo da época que você vá, vai pegar um frio absurdo pela manhã, um calor insuportável pela tarde e um frio de deserto de noite.
Esteja sempre prevenido para todas as possibilidades.

 

25) FastPass é vida, use!

O FastPass+ é um serviço totalmente gratuito da Disney e auxilia MUITO no seu dia de parque. Não deixe de usar!

 

26) Orlando não é só Disney

Além dos parques da Disney, que se dividem entre os temáticos (Magic Kingdom, Hollywood Studios, Animal Kingdom e Epcot) e os aquáticos (Typhoon Lagoon e Blizzard Beach), também existe o Complexo Universal (Universal Studios, Island of Adventure, Wet ‘n Wild e, muito em breve, o  Volcano Bay), e o Complexo Sea World (Sea World, Aquática, Busch Gardens e Discovery Cove)

Na verdade nem todos ficam em Orlando (a própria Disney não fica), mas bem próximos e a gente considera que está tudo incluído na mesma viagem.

 

27) Outlet (definitivamente) NÃO é o melhor lugar para fazer compras

Esse é a frase que Eu mais digo para as pessoas que fecham pacotes e roteiros conosco e até hoje todas ficam meio assustadas.

“Como assim? Todo mundo que Eu conheço vai para Orlando e compra em Outlet

Pois é, meu caro leitor, fico muito feliz em te informar que nem todo mundo vai para Orlando e compra em Outlet. Eu, por exemplo, raramente piso lá e os americanos também não costumam incluir os outlets nas suas lojas principais de compras.

“Mas então em que lugar Eu faço as minhas compras?”

Anota aí que essa dica é a DICA DA VIDA:
É claro que se você que se você quiser alguma coisa muito específica é bom procurar nos outlets ou nas lojas dos malls, mas caso o seu desejo seja procurar coisas legais e em conta para comprar, não deixe de visitar as lojas Ross Dress for Less, TJ Maxx, DD Discounts, Marshalls, Burlington, Dollar Tree e várias outras outras que possuem o mesmo segmento.

Lá você vai encontrar, como dizia a minha avó, “do alfinete ao foguete”. Bijuterias, acessórios, roupas, sapatos, maquiagem, perfumes, malas, roupa de cama, artigos de cozinha, decoração, papelaria, bolsas e muito mais. E o melhor?! Com preços INCRÍVEIS.

Já comprei blusa da Calvin Klein na Ross por US$8, calças jeans por US$7, vestidos por US$12, óculos da Tommy por US$10, Bolsas da Tommy e  Nine West  por US$15, US$20 e muitas outras coisas.

É necessário ir com tempo e um pouco de paciência, mas lá é possível encontrar roupas e acessórios comuns e de marcas muito famosas por preços imbatíveis.

 

28) Alguns hotéis cobram para receber encomendas

Muita gente já começa a fazer as compras antes mesmo da viagem e manda entregar no hotel que vai ficar em Orlando. Isso é possível e bastante útil para agilizar a viagem mas é bom já adicionar no orçamento a taxa cobrada por alguns hotéis para receber essas encomendas por você.

Normalmente não é uma taxa fixa e varia de acordo com o tamanho da caixa. Se optar por esse tipo de compra, envie um e-mail para o seu hotel antes e pergunte sobre os valores.

Nós temos uma parceria em Orlando que recebe as encomendas para os nossos leitores e se responsabiliza por ela até a sua chegada. Podendo retirar diretamente com eles ou solicitar o serviço de entrega no hotel.
Para solicitar orçamento, entre em contato conosco.

 

29) Leve adaptador de tomada

apple-carregador

O padrão das tomadas americanas é diferente do Brasileiro e é importantíssimo que você tenha um adaptador. É bem fácil, e não muito caro, encontrar adaptadores universais, que vão servir para qualquer lugar do mundo que você vá.

Caso chegue em Orlando sem nenhum, os mercados e farmácias vendem também a preços acessíveis.

 

30) Evite alta temporada

Essa dica ficou por último porque, infelizmente, não serve para todo mundo.

Em alta temporada a Cidade de Orlando fica absurdamente cheia e, com isso, os parques também ficam lotados. Uma atração que você levaria de 15 a 20 minutos na fila em baixa temporada, vai levar de 2 à 3 horas (ou até mais) em alta.

Então, se você tiver a possibilidade de viajar em baixa temporada, faça isso e Eu garanto que a sua viagem será muito mais tranquila e menos cansativa.

 

Veja outros posts que fizemos sobre Dining Plan – O plano de alimentação da Disney, Minha experiência no Airbnb, Old Town – Um passeio diferente em Orlando.

 

Gostou da dica? Então compartilhe com os seus amigos.

Veja também outros posts sobre a Novidades aqui

Não esqueça de curtir nossa Fanpage, seguir no Instagram e de se inscrever no nosso canal do YouTube.

  • Nós vendemos ingressos para os parques com preços super competitivos e desconto para pagamento à vista. Não compre seu ingresso sem cotar conosco antes pelo falecom@planejedisney.com.br
  • Vai viajar e precisa de moeda estrangeira? Fale com o nosso parceiro e ganhe desconto na compra sendo seguidor do Planeje Disney
  • Conheça o nosso serviço de Roteiro Personalizado, que planeja passo a passo a sua viagem. Solicite o seu orçamento pelo falecom@planejedisney.com.br

 

Carro

Beijú, Tchaú.